Curso técnico em enfermagem – Tudo o que você precisa saber

Se você deseja fazer um curso para atuar na área de saúde, e ir rapidamente para o mercado de trabalho, um curso técnico em enfermagem pode ser a melhor opção.
Antes de escolher um curso técnico, é importante saber tudo sobre ele: a matriz curricular, o tempo de aula, as oportunidades de trabalho, etc, e escolher por uma escola registrada junto aos órgãos competentes. 

Qual a diferença entre os cursos de Técnico em Enfermagem e Enfermagem?

O enfermeiro é o profissional formado em um curso superior de Enfermagem, que tem duração de cinco anos. Este profissional está habilitado a desenvolver atividades mais amplas que os técnicos e os auxiliares, além de sempre ser o responsável pela equipe de enfermagem e poder assumir cargos de gestão na área.

Já o técnico em enfermagem irá trabalhar sob a supervisão de um enfermeiro e poderá prestar assistência em casos de maior complexidade (sempre junto a um enfermeiro), sendo que a formação é consideravelmente menor, apenas de 24 meses. Os maiores empregadores de técnicos de Enfermagem são emergências, SAMU, os centros cirúrgicos e unidades de terapia intensiva.

Se você pensa em seguir carreira na área da saúde, mas não quer esperar uma graduação porque deseja entrar logo no mercado de trabalho, então o curso Técnico em Enfermagem pode ser a melhor opção. Isso porque ele prepara profissionais na metade do tempo de um curso de nível superior.

Você não precisa ter concluído o ensino médio para iniciar o curso técnico em enfermagem, entretanto, a entrega do diploma de técnico em enfermagem é condicionada à apresentação do histórico e do certificado de conclusão do ensino médio. Ou seja, você pode até se inscrever e estudar enquanto ainda está no ensino médio, mas deverá ter concluído o segundo grau para poder formar-se no técnico.

O estágio é obrigatório e são necessárias 400 horas de cumprimento de estágio para, então, se formar. Não pense que basta pegar o diploma para poder atuar. Ainda é preciso registrar-se no Conselho Regional de Enfermagem (COREN) do estado em que pretende exercer a função.

A inscrição no órgão é bem simples e não necessita de nenhum tipo de prova. O formado precisa apenas apresentar os documentos solicitados, incluindo o diploma reconhecido pelo CEE (Conselho Estadual de Educação) e inscrito no MEC (Ministério da Educação).

Vocação para atuar na Enfermagem

 

O técnico em enfermagem precisa ter a vocação de servir com amor ao próximo, pois sua atuação será com pessoas debilitadas fisicamente e muitas vezes, emocionalmente. 

É óbvio que todas as técnicas podem ser aprendidas por qualquer pessoa, mas escolher uma profissão alinhada com sua vocação e a escolha certa da Instituição é um bom começo rumo ao sucesso profissional. Já dizia o antigo ditado: Quem gosta do que faz não trabalha jamais…

O que um Técnico em Enfermagem faz?

O técnico em enfermagem faz parte da equipe de enfermagem e  executa diversas atividades. Sua atuação é intermediária, sendo mais ampla em relação à do auxiliar de enfermagem (onde não existe mais a formação) e mais limitada se compararmos à do enfermeiro.

Ele é capaz de trabalhar em equipes multidisciplinares, visando à promoção, recuperação, reabilitação e prevenção de saúde, tanto coletiva quanto individual. 

Entre as suas atribuições, podemos citar:
1. Apoio ao enfermeiro no planejamento e nas atividades e cuidados ao paciente;
2. Controlar o risco de infecções hospitalares;
3. Cuidar de pacientes em estado grave;
4. Realizar instrumentação cirúrgica;

Entre tantas outras atividades no dia a dia das instituições de saúde.

Se você deseja conhecer a grade curricular do Curso Técnico em Enfermagem clique aqui.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat